segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

A NASA Parece Estar Sabendo de Algo Muito Grave

Primeiro o comercial da FEMA, agora a NASA manda seus funcionários se prepararem para o pior. Com certeza esse ano será inesquecivel, e cabe a cada um de nós tomar cuidado e prestar muita atenção ao que esta acontecendo a nossa volta a televisão só passa porcaria, todo o tipo de assunto que só nos faz ficar alienados e a Internet o único meio livre de divulgação dos fatos corre risco de sofrer censura pela SOPA.
Vamos ficar atentos algo acontece.
video

Arca de Noé – encontrada?


A anomalia do Ararat é um objeto aparecendo nas fotografias dos campos de neve próximos ao cume do Monte Ararat, Turquia, e sugerido por alguns crentes no literalismo da Bíblia como sendo os resquícios da Arca de Noé. A anomalia está localizada na extremidade noroeste do Platô Oeste do Monte Ararat há aproximadamente 5.000 metros. Foi filmado pela primeira vez durante uma missão de reconhecimento da Força Aérea dos Estados Unidos, em 1949 – o maciço do Ararat localiza-se na antiga fronteira Turca/Soviética, e por isso era uma área de interesse militar – e conseqüentemente foi dada a classificação de “secreto” conforme iam sendo tiradas subseqüentes fotografias em 1956, 1973, 1976, 1990 e 1992, por aeronaves e satélites. Seis frames (quadros) da filmagem de 1949 foram liberados durante o Ato de Liberdade de Informação. Um projeto de pesquisa foi mais tarde estabelecido entre a Insight Magazine e a Space Imaging (hoje “GeoEye”), utilizando o satélite IKONOS. O IKONOS, em sua primeira viagem, capturou a anomalia em 5 de Agosto e 13 de Setembro de 2000. A área do Monte Ararat também foi fotograda pelo satélite francês SPOT em 1989, Landsat nos anos 1970 e pela Space shuttle da NASA em 1994.
video
video

Poço de Dinheiro de Oak Island


O “Poço de Dinheiro” de Oak Island é o sítio da mais longa caçada à tesouro perdido do mundo. Por centenas de anos, caçadores de tesouros aventuraram-se à Nova Escócia e tentaram recuperar o tesouro que é protegido por uma série de armadilhas engenhosas. Artefatos estranhos feito pelo homem foram recuperados do poço ao longo dos anos, mas até hoje, o tesouro permanece enterrado. Piratas, Cavaleiros Templários ou Francis Bacon – ninguém sabe ao certo quem criou este misterioso poço de dinheiro ou porquê. Existem especulações abrangentes sobre quem originalmente cavou o poço e o que ele pode conter. Plataformas de cascalho foram descobertas a cada 3 metros. Há marcas de picaretas nas paredes do poço de dinheiro e a terra é notavelmente solta e não compacta. O túnel de inundação à 27 metros foi identificado e sabe-se que está revestido de pedras achatadas. Alguns têm especulado que o poço de Oak Island foi cavado para guardar um tesouro muito mais exótico do que ouro ou prata. Em seu livro de 1953, “The Oak Island Enigma: A History and Inquiry Into the Origin of the Money Pit“, Penn Leary alegou que o filósofo inglês Francis Bacon usou o poço para esconder documentos que provavam ser ele o autor das peças de Shakespeare. Na imagem acima vemos o poço de dinheiro como ele é hoje. Abaixo, um esquema das escavações já feitas.

E ainda não se chegou ao fundo do poço literalmente falando.

Fonte: http://inconscientecoletivo.net

O sinal Wow e a busca por inteligência extraterrestre

Não é segredo para ninguém que diversos cientistas se dedicam a tentar contato com outras civilizações em outros planetas, mesmo que estejam há muitos anos-luz de distância. Para isso usam poderosos radiotelescópios, que tentam detectar algum sinal "não natural" vindo de algum ponto do espaço. É uma busca ingrata e demorada, que até hoje não apresentou nenhuma prova da existência de inteligência extraterrestre. No entanto, em 1977, um misterioso sinal foi recebido aqui na Terra e é considerado até hoje o único sinal que possa ter sido emitido por uma civilização distante.

Era 15 de agosto de 1977 e como fazia todas as noites, o radio-astrônomo Jerry Ehman analisava os dados captados pelo radiotelescópio Big Ear, ou "Orelhão", da Universidade de Ohio.

Como de costume, a maioria dos sinais captados já eram bem conhecidos do pesquisador e não passavam de emissões provenientes de galáxias e satélites. De repente, um fraco sinal diferente dos demais começou a aumentar gradualmente de intensidade até atingir o pico, decaindo e desaparecendo em seguida. O tempo total de detecção foi de exatos 72 segundos e sua intensidade era tão grande que ultrapassou o limite da escala preparada para as observações.

Pego de surpresa e sem muito tempo para analisar cientificamente o fato, Ehman escreveu ao lado dos códigos que representavam os sinais, na folha impressa pelo computador, a intensidade do evento que acabara de presenciar: “WOW !”

Analisando a posição da antena, conclui-se que as ondas eletromagnéticas detectadas eram provenientes da constelação de Sagitário e tinha a freqüência de 1420.4556 MHz, correspondente à famosa linha de 21 cm do hidrogênio, também chamada de “janela da água” em radioastronomia.
Era 15 de agosto de 1977 e como fazia todas as noites, o radio-astrônomo Jerry Ehman analisava os dados captados pelo radiotelescópio Big Ear, ou "Orelhão", da Universidade de Ohio.

Como de costume, a maioria dos sinais captados já eram bem conhecidos do pesquisador e não passavam de emissões provenientes de galáxias e satélites. De repente, um fraco sinal diferente dos demais começou a aumentar gradualmente de intensidade até atingir o pico, decaindo e desaparecendo em seguida. O tempo total de detecção foi de exatos 72 segundos e sua intensidade era tão grande que ultrapassou o limite da escala preparada para as observações.

Pego de surpresa e sem muito tempo para analisar cientificamente o fato, Ehman escreveu ao lado dos códigos que representavam os sinais, na folha impressa pelo computador, a intensidade do evento que acabara de presenciar: “WOW !”

Analisando a posição da antena, conclui-se que as ondas eletromagnéticas detectadas eram provenientes da constelação de Sagitário e tinha a freqüência de 1420.4556 MHz, correspondente à famosa linha de 21 cm do hidrogênio, também chamada de “janela da água” em radioastronomia.

A estrela mais próxima que existe naquela direção está a pelo menos 220 anos-luz de distância. Desse modo, se o sinal partiu mesmo daquela região, foi um evento astronômico de gigantesca potência e que até hoje não foi identificado pelos cientistas.


Sinal Diferente
No entanto, o que mais intrigou os pesquisadores e tornou o sinal "wow" particularmente interessante, foi o modo como cresceu e diminui de intensidade durante os 72 segundos de duração. Por que?

O radiotelescópio Big Ear não é giratório e sim fixo no solo. Seu movimento de varredura é dado pela própria rotação da Terra e capta os sinais provenientes do espaço através de um feixe de recepção bastante estreito apontado para o infinito. Como em todas as antenas parabólicas ou direcionais, a sensibilidade é maior na região central do feixe, diminuindo nas laterais. Assim, sempre que uma fonte de rádio vinda do espaço cruzava o radiotelescópio, essa aumentava de intensidade quando a rotação da Terra trazia o sinal para o centro do feixe e diminuía logo em seguida.

No caso do Big Ear, a largura desse feixe de recepção era extremamente estreita, com 8 minutos de arco e qualquer sinal que viesse do espaço levava sempre 72 segundos para atravessar o feixe. E foi exatamente isso o que ocorreu naquela noite.


Descartando hipóteses
Se o radiotelescópio tivesse sido alvo de algum sinal da Terra a intensidade iria crescer quase que imediatamente e diminuir também de forma abrupta. Por outro lado, se o sinal fosse proveniente de algum satélite terrestre também não apresentaria o intervalo de detecção de exatos 72 segundos.

Alguns poderiam supor que algum engraçadinho quisesse enganar os pesquisadores, simulando uma transmissão clandestina na faixa da linha do hidrogênio, mas dadas as características do sinal essa hipótese também foi descartada. Como explicado, a antena do radiotelescópio é fixa e possui o feixe de recepção extremamente estreito. Para se ter uma idéia, são necessários quase 6 minutos de varredura para cobrir uma região do céu de tamanho angular igual à Lua. Em outras palavras, o engraçadinho teria que ir ao espaço, permanecer imobilizado, ligar seu transmissor e esperar a Terra posicionar a antena do radiotelescópio à sua frente.

Para ser considerado como vindo de um ponto fixo no espaço, o sinal deveria crescer, atingir intensidade máxima e decair conforme a rotação da Terra movimentasse a antena. Além disso, deveria estar na freqüência da linha do hidrogênio, sugerida para tentar contatos extraterrestres. O sinal "WOW" cumpriu todos esses requisitos, caracterizando-o como uma verdadeira emissão vinda de uma fonte fixa do céu, mas de origem desconhecida.

Naquela ocasião, o próprio observatório levantou a hipótese de que o sinal poderia ser o reflexo de uma transmissão terrestre, rebatida em algum satélite geoestacionário, mas nenhum satélite encontrava-se naquela posição do céu no momento do evento.

Pelas razões apresentadas o sinal "Wow" é um forte candidato SETI (Search for Extra-Terrestrial Intelligence) já que ao que tudo indica, veio de fato do céu e não foi causado por interferência humana.


Dois feixes - Um Sinal
No entanto, um pequeno detalhe pode afetar o otimismo dos pesquisadores.

O radiotelescópio da Universidade de Ohio utilizava dois feixes para fazer a varredura, ambos situados lado a lado. Qualquer fonte de sinais que viesse do espaço seria captado no primeiro feixe por exatos 72 segundos e 3 minutos depois também seria detectada pelo segundo feixe por 72 segundos, mas isso não aconteceu.

Desde então, diversas experiências foram feitas em diversos comprimentos de ondas, sempre focadas na mesma direção do céu. Receptores mais sensíveis foram utilizados e diversos intervalos de tempo foram escolhidos na tentativa de se captar algum sinal periódico, mas desde 1977 nenhum sinal que chamasse a atenção foi detectado. Até agora, mais de 30 anos depois, não se chegou a uma explicação lógica sobre a origem do famoso sinal WOW.


Por que o Hidrogênio
Todos sabem que o hidrogênio é o elemento mais abundante do Universo. Sua freqüência natural de emissão é 1420.4556 MHz, também chamada de linha de 21 cm ou “janela da água”. Por ser o elemento em maior quantidade no universo, acredita-se que essa também seja a freqüência mais óbvia para se tentar algum contato com outras civilizações, tanto para transmissão como para recepção de sinais. Em 1977 o sinal WOW foi detectado exatamente nessa freqüência.



Fotos: No topo, anotação do radio astrônomo Jerry Ehman ao lado dos códigos de intensidade do sinal captado em 15 de agosto de 1977. Na seqüência, radiotelescópio Big Ear, no campus da Universidade de Ohio. As antenas originais foram desmontadas em 1998. Crédito: Projeto SETI - Search for Extra-Terrestrial Intelligence.

Fonte: http://www.apolo11.com

Kennedy e Lincoln , Coincidências ou Conspiração ?


Abraham Lincoln foi eleito para o Congresso em 1846
John F. Kennedy foi eleito para o Congresso em 1946
Abraham Lincoln foi eleito presidente em 1860
John F. Kennedy foi eleito presidente em 1960
Os nomes Lincoln e Kennedy têm sete letras
Ambos estavam comprometidos na defesa dos direitos civis
As esposas de ambos perderam filhos enquanto viviam na Casa Branca
Ambos os presidentes foram baleados numa sexta-feira
O secretário particular de Lincoln chamava-se John
A secretária particular de Kennedy tinha Lincoln como sobrenome
Ambos os presidentes foram assassinados por sulistas
Ambos os presidentes foram sucedidos por sulistas
Ambos os sucessores chamavam-se Johnson
Andrew Johnson, que sucedeu a Lincoln, nasceu em 1808
Lyndon Johnson, que sucedeu a Kennedy, nasceu em 1908
Andrew e Lyndon tem seis letras
Ambos os assassinos eram conhecidos pelos seus três nomes
Os nomes de ambos os assassinos têm quinze letras
Booth saiu correndo de um teatro e foi apanhado num depósito
Oswald saiu correndo de um depósito e foi apanhado num teatro
Nem Booth nem Oswald viveram para serem julgados pelos crimes. Foram assassinados com tiros advindos de pistolas, à queima-roupa;
Uma semana antes de Lincoln ser morto ele estava em Maryland Monroe
Uma semana antes de Kennedy ser morto ele estava com Marilyn Monroe
Lincoln foi morto na sala Ford, do teatro Kennedy
Kennedy foi morto num carro Ford, modelo Lincoln
Ambos jogavam golfe tendo, inclusive, o mesmo handicap (a pontuação que mede a habilidade do jogador)
Ambos os crimes ocorreram numa sexta-feira;
Kennedy e Lincoln foram assassinados na presença de suas mulheres;
Lee Harvey Oswald, algoz de Kennedy, nasceu cento e um anos depois de Booth, o assassino de Lincoln;
Kennedy foi eleito Presidente um século depois de Lincoln. Lincoln em 06/11/1860 e Kennedy em 08/11/1960;
Seus sucessores na Presidência tinham o nome de Johnson, e as suas datas de nascimento eram separadas por exatos cem anos. Andrew Johnson (17º presidente) nasceu em 1808; Lyndon Baines Johnson (36º presidente), em 1908;
O automóvel em que Kennedy estava fora fabricado especificamente para ele, no exato dia de sua morte;
Booth, após assassinar Lincoln, fugiu do teatro em que cometera o crime em direção a um armazém, onde foi fatalmente alvejado num cerco policial. Oswald, pelo contrário, conseguiu fugir do edifício em que estava por intermédio da janela de um armazém, indo parar num teatro, antes de ser capturado pela polícia;
A primeira indicação pública a favor da campanha eleitoral de Lincoln à presidência surgiu numa carta publicada no “Cincinnati Gazette”, em 6 de novembro de 1858. O nome sugerido para vice na futura chapa era um secretário da Marinha, posteriormente relegado ao ostracismo, de nome John Kennedy;
Os seguranças de Lincoln estavam preocupados com eventuais atentados, e o preveniram disso. O Serviço Secreto, órgão responsável pela guarda de Kennedy, não se agradava da idéia de um desfile em carro aberto, e, constantemente, externava ao presidente as preocupações com atentados;
A placa do último carro a compor a comitiva em desfile, no fatídico dia da morte de Kennedy, tinha em sua placa a seqüência numérica “1865″, ano da morte de Lincoln;
Lincoln comentou com um guarda, momentos antes de ser assassinado, que existiam “homens que querem tirar minha vida. E não tenho dúvidas de que eles conseguirão. Se isso deve ser feito, é impossível evitar”;
Horas antes de ser atingido mortalmente pelas balas de Oswald, Kennedy disse a mulher, Jacqueline, e a Ken O’Donnell, seu assessor pessoal: “Se alguém quiser me alvejar de uma janela com um fuzil, ninguém poderá impedi-lo. Assim, por que devo me preocupar?”;
Ambos os assassinatos provocaram enorme comoção nacional, em meio a sentimentos de que houvera uma conspiração para matá-los, e elevaram os nomes dos presidentes à posteridade. Lincoln e Kennedy têm monumentos em sua homenagem no Capitólio, o Congresso norte-americano.


Dizem que os dois presidentes americanos foram vítimas da maldição de Tecumseh, que segundo a lenda, os presidentes eleitos a cada 20 anos morreram durante o seu mandato.

Outros presidentes americanos também morreram supostamente pela maldição, entre eles James Garfield e William McKinley.

Fonte: http://resumo-net.blogspot.com